VII Congreso Internacional de Lexicografía Hispánica

Na semana passada, nos dias 27, 28 e 29 de julho, participei, em Santander, na Espanha, do VII Congreso Internacional de Lexicografía Hispánica, apresentando o trabalho “Destrezas escritas y diccionarios pedagógicos bilingües de español lengua extranjera: estableciendo parámetros lexicográficos”. Minha comunicação tratou do andamento do meu projeto de Doutorado.

Meu orientador, Prof. Odair Luiz Nadin, e meus amigos de Doutorado, Lígia e Renato, acompanharam-me nessa jornada, e todos também apresentaram trabalhos no congresso. Foi demais, porque além de termos assistido às palestras de grandes e importantes nomes da Lexicografia, como Humberto Hernández Hernández, Josefa Martín García, Sven Tarp, entre tantos outros, Santander, cidade que sediou o evento, é linda demais, de praias esplêndidas e clima bastante fresco.

Depois, dos dias 30 de junho a 2 de julho, estivemos em Madrid e nos encontramos com a Profa. Dra. María Teresa Fuentes Morán, da Universidad de Salamanca (USAL), para tratar de questões relacionadas ao Projeto de pesquisa coordenado pelo meu orientador, “Lexicografia pedagógica bilíngue: elaboração de um protótipo de dicionário português-espanhol para a produção de textos”, financiado pela FAPESP e do qual sou integrante.

Assim, minha semana foi rica em conhecimentos acadêmicos e experiências culturais. E foi minha primeira vez na Europa. I-n-d-e-s-c-r-i-t-í-v-e-l!

Agradeço à FAPESP, por me proporcionar viagens incríveis pelo e para o conhecimento.

Na foto abaixo, estamos a Lígia e eu, em Santander, em frente ao Mar Cantábrico. Embora os santanderinos curtissem a praia e sentissem muito calor, nós estávamos é com muito frio. rsrs

Santander 2016

Deixe uma resposta